Red.: Neudson Corrêa

Beneficiários do Programa Social Bolsa Família, do Governo Federal, fazem um apelo para o responsável pelo recadastramento que está sendo feito no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), no bairro Paulo Corrêa, que aumente o número de fichas.

A moradora que recorreu ao jornalismo Alvorada comenta que tem pernoitado e enfrentado fila para conseguir uma ficha, porém até agora, não foi contemplada.

Ela alaga que, como no mês de novembro teve dois feriados prolongados, e isso reduziu o número de dias úteis para o atendimento à população, agora as filas estão enormes e receia que mais pessoas vão ficar sem o recadastramento. A senhora diz dormir no CRAS e mesmo assim não consegue uma senha.

A coordenadora do CRAS Paulo Corrêa, Geane Dias, responsável pelo recadastramento do Bolsa Família, orienta os beneficiários quanto ao prazo que encerra no dia 30 de dezembro.

“Eles não se atentam ao prazo. A demanda é muito grande, nós atendemos sete bairros e ainda assim atendemos todos que estão na fila. Faremos uma ação para eliminar essa demanda que é grande, e todos farão seus cadastros”, comentou a coordenadora.