Red.: Marcos Felipe

O golpe do falso sequestro é antigo, porém continua a fazer vítimas na sociedade. Só que dessa vez, a autônoma Maria Luzia de Souza, de 48 anos foi mais esperta que os criminosos e conseguiu desvendar o golpe antes de depositar qualquer quantia em dinheiro para os farsantes. A tentativa de golpe ocorreu na manhã desta terça-feira (30), por volta das 9h. Os falsos sequestradores afirmaram estar de posse de uma de suas irmãs, e que para o resgate seria necessário depositar uma quantia em dinheiro.

Maria Luzia, que mora no Bairro Pascoal Alágio, explica a tentativa de golpe e de como conseguiu desmascarar os golpistas.

“Eu estava sozinha em casa quando recebi a ligação. Ouvi uma voz que parecia ser da minha irmã, pedindo socorro. Logo um homem tomou o celular da mão dela, disse que minha irmã teria reagido a um assalto e ela foi sequestrada. Eu fiquei muito nervosa, prestes a desmaiar. Mas quando eles pediram dinheiro, eu percebi que era um golpe. Encerrei a ligação e mandei mensagem para a minha irmã, que estava trabalhando. Eles continuaram me ligando, mas eu não atendia. Logo minha irmã ligou e veio a confirmação de que se tratava de um golpe”, comentou Maria Luzia.

O golpe do falso sequestro acontece sempre através de uma ligação privada, e envolvem parentes próximos às vítimas. Nessas horas, apesar do susto, é importante agir friamente e tentar desvendar o golpe. É importante lembrar que nenhum sequestro real exige um tempo tão curto para efetuar o depósito do resgate, portanto pedidos imediatos já levantam suspeitas. Atitudes simples, como perguntar para a voz do outro lado da linha “qual o seu nome completo?”, “quem está falando?” podem desmascarar o golpe.