Red.: Neudson Corrêa*

A Secretaria de Assistência Social Trabalho e Habitação (Semasth), por meio do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (CREAS), realiza abordagem junto a pessoas moradoras de rua, crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil e exploração sexual.

O coordenador da Proteção Social Especial, João Maurício Cecílio, disse que o intuito do serviço é fazer a identificação e levantamento dos casos para fazer o acompanhamento junto aos familiares. No caso das pessoas em situação de rua, a Secretaria de Assistência Social vai registrá-las no cadastro único de programas sociais.

As abordagens às pessoas em situação de rua acontecem durante o dia pela equipe do CREAS, que tem na coordenação a assistente social Rosa Péres. Quanto às crianças e adolescentes em situação do trabalho infantil e exploração sexual, as atividades acontecem pela parte da noite.

As ações desenvolvidas pelo CREAS são embasadas por lei federal da assistência social. Todo esse trabalho é coordenado pela secretária municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação, Zeila Cardoso.

“As políticas de assistência social da Prefeitura de Parintins na efetivação dos direitos humanos têm como foco primordial desenvolver estratégias para minimizar as situações de desigualdades sociais”, comentou João Maurício.

*por meio da Secom