Red.: Neudson Corrêa

O abrigo natural da Francesa, local que serve para a atração de embarcações nesta época do ano, está sendo usado como depósito de lixo, e o que é pior, pelos próprios donos de embarcações, como também moradores das proximidades.

A reclamação chegou até o programa Comando Geral, apresentado pela radialista Graça Teixeira, que repassou as informações para o Departamento de Jornalismo da emissora.

De acordo com as denúncias, os proprietários de embarcações despejam no rio restos de comida, miúdos de peixes que são tratados na própria embarcação. Com isso, a decomposição desse material produz um cheio insuportável para quem trabalha e vive no local.

Os frequentadores do largo da Francesa solicitam do secretário de Obras, Mateus Assayag, a realização de um serviço de limpeza do local, e ao mesmo tempo recomendam à Coordenadoria de Vigilância em Saúde, a oferta de cursos de orientação sobre a questão da higiene, manipulação de alimentos, e também sobre o destino final desse material para que não vá parar no fundo do rio.