Red.: Marcos Felipe

Nesta terça-feira (21) ocorre em todo país a primeira etapa da 15ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. Em Parintins, mesmo com o quadro de professores em greve, a SEDUC organiza por todo dia a aplicação da prova para os alunos da rede de ensino.

Durante a manhã, os alunos do ensino fundamental se reuniram para a prova no Colégio Batista de Parintins. Já os alunos do ensino médio realizaram a prova no Colégio Nossa Senhora do Carmo.

A programação do exame ocorre também pelo turno vespertino, matutino e noturno. A duração da prova é de 2h e 30 min.

“Estamos muito felizes, pois os pais acolheram o nosso chamado, trouxeram seus filhos e as salas estão todas lotadas. Acreditamos em um desempenho muito bom porque Parintins já teve um resultado maravilhoso em outras olimpíadas”, contou a Professora Keila Nogueira, coordenadora da SEDUC em Parintins.

Gideão Teixeira, professor de matemática afirma que a OBMEP vem desmistificar a ideia de uma disciplina complicada, como é encarada na maioria das vezes pelos alunos.

“A Olimpíada vem motivar e mostrar aos alunos que a Matemática pode ser divertida, interessante e desafiadora. Os problemas da Obemep são bem diferentes dos problemas que eles estão acostumados a ver durante as aulas justamente para que os alunos mudem essa imagem que temos da disciplina”, comentou o professor Gideão.