O tráfego aquaviário na região fica comprometido nesta época do ano devido o surgimento de bancos de areia que se formam com a seca dos rios, além de toras de madeira que podem causar acidentes nas embarcações de médio e grande porte.

Como forma de prevenir e evitar acidentes da navegação marítima, o agente fluvial da Capitania dos Portos de Parintins, capitão José Carlos de Sá, alerta aos tripulantes de embarcações que mantenham atenção redobrada quanto à navegação pelos rios da região. Capitão Sá informou que os bancos de areia podem causar encalhe de embarcações se os comandantes de barco não conhecerem os rios.

No período da vazante é costume as pessoas navegarem mais pela região em busca de praias para lazer, mas também começam a ingerir bebidas alcoólicas é conduzir as embarcações embriagadas.

O agente da Capitania Fluvial, capitão José Carlos de Sá, afirma que para prevenir e evitar ocorrências de acidentes marítimos, a Marinha tem uma equipe para realizar fiscalizações nos rios do município e região, principalmente nas áreas de banhos e praias do Rio Uaicurapá e Rio Amazonas, aonde no ano passado reapareceu a conhecida praia do meio.

“Nós estamos fazendo fiscalizações principalmente nas praias para verificar se o comandante está em condições de conduzir a embarcação e se existem coletes suficientes para os passageiros. Deve-se ter uma responsabilidade muito grande dos pais com as crianças, nessas viagem”, comentou.

Red.: Neudson Corrêa