Em reunião com presidentes dos bois Garantido e Caprichoso na manhã deste domingo, 22, o prefeito Alexandre da Carbrás se colocou à disposição dos bumbás para buscar soluções para a realização do 51º Festival Folclórico de Parintins. Carbrás confirmou que manterá contato com o governador José Melo nesta semana, com a presença dos presidentes Adelson Albuquerque, do Garantido, e Joilto Azêdo, do Caprichoso, para encontrar juntos uma forma de contribuição do Estado e Prefeitura de Parintins para o espetáculo.

Alexandre ressalta que durante o encontro tomou conhecimento das dificuldades pelas quais passam cada agremiação, assim como explicou quais as possibilidades de ajuda que a prefeitura poderá fornecer. Ele acrescenta que independente da decisão do Governo do Estado, existe uma união entre a Prefeitura de Parintins e os bumbás Garantido e Caprichoso para que o evento ocorra.

Carbrás afirma esperar que na terça feira, 24, Parintins receba uma resposta positiva do governador José Melo, que com certeza terá sensibilidade com uma das maiores manifestações culturais do mundo. Explica ainda que esse é um momento de unir forças para lutar pela sobrevivência da tradição e a Prefeitura Municipal toma à frente desta causa.

 “Eu creio que juntos vamos conseguir reverter isso, por que nossa cultura não pode ficar prejudicada. Acredito que o nosso governador vai olhar com carinho para uma festa que está atrelada com a economia do estado e que, se caso não acontecer, trará prejuízos a todos”, enfatizou o prefeito.

O presidente do Caprichoso, Joilto Azêdo, avalia como positivo o convite do prefeito Alexandre da Carbrás para uma conversa diante de uma situação complicada, demonstrando comprometimento para encontrar soluções. Ele afirma que o Caprichoso vai disputar o 51º Festival Folclórico e aprovou a parceria e a vontade da Prefeitura Municipal para que a festa aconteça. “O povo amazonense vai lutar para o festival permanecer por muitos e muitos anos. Nosso festival vai ocorrer sim, por que esse é o nosso objetivo”, frisa.

O presidente do Garantido, Adelson Albuquerque, parabenizou o prefeito pela iniciativa de conversar com as agremiações e assumir responsabilidade com a situação. Ele ressalta que Alexandre mostrou-se muito preocupado por entender a importância que o Festival Folclórico representa para Parintins. “Não deixaremos que a nossa festa se acabe. Temos uma história longa e muito admirada por pessoas de fora. Tenho certeza que o Estado vai rever a questão, visto que todos estão mobilizados, inclusive outras agremiações de outros estados por saber que Parintins é terra de artistas de ponta”, sublinha.

Com informações da Assessoria de Imprensa