Alvorada Parintins

Carreata marca início da festa em honra a São Sebastião, do Itaúna

A festa segue até o próximo dia 20 de janeiro

O início da festa de São Sebastião, padroeiro dos bairros Itaúnas e Paulo Corrêa, foi marcado por um círio-carreta que saiu no final da tarde desta quarta-feira, 12 de janeiro, da capela de Santa Luzia, na estrada do Macurany.

De suas motos e carros, fiéis e devotos do santo guerreiro faziam barulhos pelas ruas de Parintins e anunciavam o início das festividades. Foi um momento de muito louvor e agradecimentos. A alegria era nítida nos sorrisos de quem acompanhava a carreata.

A senhora Joana D’Arc, da comunidade de Santa Luzia, fala da emoção do primeiro dia de festa de São Sebastião.

“Então pra nós, como paroquianos, foi, assim, muito gratificante, percebemos quanta devoção às pessoas tem por São Sebastião. Então, pra nós, hoje, foi um momento muito importante o inicio da nossa festa. Gratidão está é a palavra porque pra nós esperamos desde de 2021 este dia acontecer.”.

A leiga Daniele Marques diz que foi uma noite de demonstração de amor e devoção ao santo mártir.

“Foi uma noite pra gente demonstrar a nossa fé, amor e devoção ao nosso santo padroeiro da nossa paróquia de São Sebastiao. A gente pode celebrar e homenagear esse santo que tanto lutou e que intercede por nós.”.

O administrador paroquial, padre António Benjamim, disse ter ficado feliz, pois não esperava uma participação tão expressiva, assim, dos devotos.

“Foi um dia muito especial, cheio de trabalho ainda pra nós, mas muito compensativo. Eu pensei que não fossem comparecer tantas pessoas, mas graças a Deus, compareceram. Fizemos uma bonita carreata. Então, a festa começou bem e gente tá feliz por isso!”.

Com a chegada do círio-carreata e do andor na matriz, houve a celebração da missa presidida pelo padre Jânio Negreiros e concelebrada pelos padres Antônio Benjamim e Sebastião Oliveira e diácono José Paulo Pacheco.

A festa segue até o próximo dia 20 de janeiro com a oração do santo terço e a novena às 18h, em seguida a celebração eucarística.

Devido às medidas restritivas impostas pela pandemia, seguindo a determinação estadual de combate ao coronavírus e para proporcionar uma maior participação dos fiéis nas celebrações, serão realizadas missas todas as manhãs, como informa padre Antônio Benjamim.

“Durante a semana vamos ter missa de manhã para dar oportunidade para mais pessoas poderem participar da celebração. Vamos fazer de manha para que aquelas pessoas que puderem vir de manha já não venham mais a noite para dar espaço e lugar para outras pessoas virem participar conosco.”.

As medidas anticovid, fizeram com que a comissão da festa decidisse pela não realização do tradicional arraial, mas apenas a venda de comidas no sistema drive-dru.

 

Relacionadas
Deixe um comentário