Alvorada Parintins

Comunidade do Aninga e o compromisso com a preservação de quelônios

Há mais de 20 anos o Projeto Pé-de-Pincha desenvolve a conscientização na preservação de quelônios

Os moradores da comunidade suburbana do Aninga, há 22 anos, mantêm viva a atividade de preservação de várias espécies de quelônios.  Com o projeto Pé-de-Pincha, os comunitários visam manter a sustentabilidade do meio ambiente e sua biodiversidade.

Comunidade do Aninga e o compromisso com a preservação de quelônios
Comunitário Newton Matos / Foto: Fernando Cardoso

Segundo o comunitário Newton Matos, o projeto vem sendo mantido com muito sacrifício haja vista que o grupo que ajudava na preservação e na coleta das ninhadas se dispersou. “Infelizmente [o projeto] caiu muito porque entraram algumas pessoas na comunidade querendo acabar”, desabafa o comunitário.

Newton garante que a atitude de alguns moradores em manter a preservação das espécies, surte efeito positivo na biodiversidade da localidade suburbana. “Esse trabalho fez crescer a população de peixe e as capivaras também cresceram”, avalia.

O projeto “Pé-de-Pincha” há dezenove anos promove pesquisa e o manejo de quelônios em comunidades ribeirinhas do Baixo Amazonas, permitindo o avanço no conhecimento sobre a reprodução, manejo e conservação do tracajá.

o Projeto Pé-de-Pincha já devolveu mais de 280 mil quelônios nos rios e lagos da região.

JORNALISMO AO VIVO VERTICAL
você pode gostar também