“Os jovens são um grupo importante para mudar os rumos do país, nesta eleição, desde que tenham acesso às informações necessárias para criar consciência.” Foi com esse propósito que 15 jovens da Paróquia de Nossa de Lourdes foram até a comunidade do Maranhão, localizada à margem direita do rio Uaicurapá, para conversar com os moradores, em especial com os jovens sobre fé, política e a importância do voto consciente.

O convite veio por meio da coordenação da comunidade.O encontro aconteceu no sábado, 22, às 19hno centro social da comunidade. O coordenador do grupo Jovens Unidos em Cristo (JUC), João Carlos Moraes, falou sobre a importância do voto consciente e suas conseqüências e foi distribuído a todos os participantes a cartilha de orientação para as eleições deste ano elaborada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Paulo Pimentel, assessor do grupo JUC, destacou que o cristão tem papel importante com o meio político e deve viabilizar a ação caritativa com responsabilidade e compromisso.

Para o coordenador da comunidade, Francinaldo Nunes Siqueira, o encontro teve o objetivo de despertar a consciência da juventude para as eleições deste ano e também serviu como um momento de espiritualidade.

O assessor Paulo Pimentel acredita que votando certo teremos um futuro melhor.

Coordenador de catequese e ministro da eucarística, Luiz Arcângelo, diz que os jovens devem colocar a sua confiança em pessoas que desejam o bem do estado e do país.

Para o Jovem John Emerson, 23, o encontro serviu como momento de inspiração e que deveria acontecer em outras comunidades.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 147,3 milhões de brasileiros estão aptos a votar. Deste total, 31.149.869 pessoas – 21,15 % do total de eleitores estão na faixa etária de 25 a 34 anos.

Os jovens de 16 e 17 anos representam 0,95% do eleitorado em 2018, num total de 1.400.617 pessoas.

Os dados apontam uma redução de 14,53% no número de jovens eleitores, uma vez que, em 2014, foram registrados 1.638.751 eleitores nessa faixa etária.

A região Norte tem o maior percentual de eleitores jovens do país.

Red: João Carlos Moraes