Red.: Marcos Felipe

Apesar de uma leve queda na diferença do nível do rio Amazonas, o novo comparativo divulgado nesta segunda-feira pela Defesa Civil mostra que o volume comparado a 2009 continua superior.

As réguas pluviométricas instaladas na Cidade Garantido apontam uma diferença de 24 centímetros a mais sob a marca da maior enchente já registrada na região.

Em relação ao ano passado, a diferença é ainda maior, superando em 1 metro e 37 centímetros a marca registrada nesta mesma data pela Defesa Civil.

De acordo com os moradores das áreas alagadiças, o volume atual da água assusta, uma vez que, a marca observada nos últimos dias geralmente é registrada somente no mês de março.

Cidades edificadas na várzea, como Barreirinha, onde o histórico da subida das águas é crítico, a preocupação é grande em virtude da iminente grande cheia que pode atingir a reunião neste ano.