Alvorada Parintins

Faltando 4 dias para o Enem, Inep avalia aplicação das provas no AM

Com o Amazonas vivendo o seu pior momento no enfrentamento da pandemia, a realização das provas está sendo judicializada.

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, e o ministro da Educação, Milton Ribeiro, estão em tratativas com o prefeito de Manaus, David Almeida, e com o governador do Amazonas, Wilson Lima, para buscar uma solução para a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. A informação foi confirmada pela assessoria do próprio Inep, ao Portal A Crítica.

Com o Amazonas vivendo o seu pior momento no enfrentamento da pandemia, a realização das provas, marcadas para os dias 17 e 24 deste mês, está sendo judicializada. Há pelo menos duas ações na Justiça Federal com pedidos de adiamento: uma por iniciativa do vereador Amom e do deputado Marcelo Ramos; e outra por iniciativa do Ministério Público Federal.

Além disso, o deputado federal José Ricardo entrou com uma representação no MPF também pedindo o adiamento da prova. E a Defensoria Pública do Estado, por sua vez, recomendou ao Governo do Amazonas e aos prefeitos de municípios do Baixo Amazonas a suspensão do exame.

Em Manaus, a Prefeitura municipal já informou que as 38 escolas  municipais que seriam usadas para a realização do exame não serão liberadas.

Por Karol Rocha | Portal A Crítica

JORNALISMO AO VIVO VERTICAL
você pode gostar também