A ‘Operação Banzeiro’, deflagrada em fevereiro de 2019, pelo IBAMA – Parintins, apreendeu 1370 m³ de madeira ilegal na Comunidade da Sabina, Rio Mamuru. Informação foi confirmada pelo ambientalista Joel Araújo, em entrevista à Rádio Alvorada, na tarde desta sexta-feira (8).

Segundo Joel, houve dificuldade para encontrar as toras e madeiras. O flagrante aconteceu nas proximidades do ‘Porto da Betel’, Comunidade da Sabina, quando uma balsa, com 1370 m³ de toras e madeiras ilegais, navegava pelo Rio Mamuru. Segundo o ambientalista, essa foi a “maior apreensão de madeira do IBAMA na região de Parintins”.

O Jornalismo Alvorada já tinha recebido inúmeras denúncias sobre exploração ilegal de madeiras naquela Região. Inclusive, moradores da Sabina enfrentaram os madeireiros e fecharam o Rio Mamuru com canoas, para impedir o acesso.

“Dentro das nossas limitações, estamos dando uma resposta à sociedade. A balsa com a madeira apreendida estará chegando a Parintins, onde a carga será doada a Prefeitura e utilizadas na construção de pontes, beneficiando parintinenses, principalmente os que sofrem no período da enchente”, disse Joel Araújo.

Em instantes mais informações.