Alvorada Parintins

Jogadores acusam PMs de racismo durante abordagem em ônibus

Samuel e Salomão são jogadores de futsal e, na companhia de mais dois amigos, voltavam de um campeonato em Concórdia do Pará, nordeste paraense

Salomão Gonçalves e Samuel Coutinho, denunciam uma guarnição da Polícia Militar de atos racistas durante uma abordagem, quando estavam como passageiros de um ônibus que fazia a linha Tomé-Açu/Belém nesta segunda-feira (28). Samuel, atleta da Seleção de Terra Santa na última edição da Copa Alvorada de Futsal (CAF), contou como tudo aconteceu.

“Nós estávamos voltando de um campeonato em Concórdia do Pará. No ônibus éramos quatro amigos, três negros e tatuados e um branco e sem tatuagens. Estávamos com os fones de ouvido e descansando, quando vimos dois policiais subirem no ônibus. Eles passaram por nós e voltaram depois fazendo a abordagem”, conta.

De acordo com a versão da vítima, os agentes disseram que tinham recebido uma denúncia e que ia revistar os três. Neste momento os atletas perceberam que algo estava errado. “Perguntei pra eles porque não iam revistar meu outro amigo, e ele disse que quem fez a denúncia disse que nós três estávamos colocando medo nos passageiros e que precisávamos descer do ônibus para sermos revistados”, diz.

Diante do constrangimento, um dos atletas se revoltou com a abordagem, e disse que os policiais tinham que revistar todos os passageiros, uma vez que não encontraram nada com eles. “Nesse momento um dos PMs disse pra gente calar a boca e descer”. Segundo a vítima, quando saíram do veículo a abordagem se tornou ainda mais truculenta.

“Eu e meu irmão dissemos que íamos procurar nossos direitos, e nesse momento ele deu uma gravata no meu irmão, quis levar ele pro camburão como bandido, dizendo que ia mostrar os direitos dele na delegacia”, revela.

Até o momento a Polícia Militar do Pará não se pronunciou sobre o caso.

Em nota, a Federação de Futsal do Pará (Fesuspa) informou que repudia qualquer ato de discriminação e espera que a justiça seja feita.

Com informações de DOL
você pode gostar também