Alvorada Parintins

Líder comunitário cobra políticas públicas para produtores rurais da Sempa

O produtor rural, líder comunitário e coordenador da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Sérgio Muniz, cobra da Secretaria de Pecuária, Agricultura, Produção e Abastecimento (Sempa) uma atuação mais enérgica para combater a atuação dos atravessadores na região de Vila Amazônia.

De acordo com o líder comunitário, a Secretaria de Produção deveria ter um programa local de aquisição dos produtos agrícolas, evitando assim que a produção seja entregue para os comerciantes, conhecidos como atravessadores, a preços a baixo do valor de mercado, de acordo com Sérgio Muniz.

“A gente vê que não tem política pública voltada ao campo, por isso, que muitas vezes o produtor é taxado com preguiçoso. Na semana passada, uma senhora trouxe sete sacos de farinha e não conseguiu vender, os atravessadores queriam até R$ 80 reais. Sabe que a pessoa paga transporte lá do centro, paga transporte no rio, até chegar aqui, já tem uma despesa que não dá pra entender.”

Para tentar chamar a atenção da Prefeitura de Parintins, por meio da Sempa, para a implantação de políticas públicas voltadas para aquisição dos produtos regionais, Sérgio Muniz faz um apelo.

“Podia começar a trocar umas ideias em cima desse produtores pra não ficar mercê da sorte porque e, principalmente, a cadeia alimentar precisa ser mais cuidada. Eu peço, como Comissão Pastoral da Terra, que a gente consiga dialogar nesse meio aí, que a Prefeitura de Parintins se responsabilize em alguma parte”.

Relacionadas
Deixe um comentário