Alvorada Parintins

Manifestantes fazem protesto contra o presidente Bolsonaro em Parintins

Ato foi organizado pelo Grupo Rally Ambiental, Movimentos de Mulheres e partidos políticos.

 

Manifestantes fizeram um protesto, na manhã deste domingo (12), em Parintins, Amazonas, contra o presidente Jair Bolsonaro.

O movimento foi organizado pelo Grupo Rally Ambiental, Movimentos de Mulheres, pelos partidos PCdoB e PDT.

Foto: Marcondes Maciel

O grupo se concentrou na Praça da Liberdade e saiu às ruas com um carro de som, onde militantes e ativistas sociais faziam pronunciamentos com palavras de ordem “Fora Bolsonaro”.

Além do “Fora Bolsonaro”, o grupo defendeu a democracia, as instituições democráticas, a Amazônia, os povos da floresta e se colocou contra o desmatamento, as queimadas e a invasão em terras indígenas, como pontua o presidente local do PCdoB e professor do Ifam Arqleydson Pinheiro.

“Nós estamos aqui na luta pelos direitos do povo e pelos direitos sociais que estão sendo atacados nesse desgoverno. O município de Parintins sente os impactos, essa pandemia poderia ter sido freada o mais rápido possível, então, agente está representando a população de Parintins que está oprimida por esse governo que ataca as instituições, que ataca a população”, frisou o presidente do PCdoB.

Os movimentos de defesa dos direitos das mulheres destacaram o aumento dos preços, como da gasolina, dos alimentos e da energia elétrica, além do desemprego.

A participação popular dos segmentos democráticos e mais empenho das mulheres nas lutas coletivas também foi ressaltado nos pronunciamento, como lembra a presidente municipal da UBM (União Brasileira de Mulheres), a assistente social Cleo Pontes.

“O nosso movimento é pró-povo. Então gente, que você tenha força, tenha coragem para mostrar, de gritar, de falar à favor dos seus direitos e dos direitos do povo parintinense. Então, quero chamar você mulher parintinense: você precisa ter essa voz ativa, nós precisamos dar esse grito de liberdade. Então, nós precisamos lutar”, pontuou Cleo Pontes.

Foto: Marcondes Maciel

Para o líder do Grupo Rally Ambiental, o ativista ambiental e advogado Affonso Rodrigues, além de marcar posicionamento contra as políticas antidemocráticas e antissociais os ambientalistas se colocam contra toda e qualquer forma de omissão que resulte na destruição do meio ambiente.

“Não podemos nos calar diante desse desgoverno que não respeita a democracia, não respeita as instituições democráticas, acaba com as políticas pública de proteção da Amazônia, negligencia os direitos os povos da floresta e se cruza os braços para o desmatamento, as queimadas e a invasão em terras indígenas. Por isso estamos na luta”, disse o ativista ambiental.

você pode gostar também
Deixe um comentário