Alvorada Parintins

Missionária leiga, Geralda Ferreira, morre por complicações da Covid-19

A Diocese de Parintins, por meio do bispo dom Giuliano Frigeni, comunica o falecimento da missionária leiga, Geralda Ferreira Souza, fato ocorrido na tarde de ontem, em Manaus, em decorrência de complicações da Covid-19.

Dona Geralda estava internada no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, em Manaus, desde o dia 4 deste mês. A transferência da missionária para a capital do estado ocorreu na tarde de domingo de Páscoa.

Geralda testou positivo para o coronavírus na sexta-feira, dia 2, e em seguida foi levada para o hospital Jofre Cohen. Devido o estado grave, logo foi intubada.

A missionária é natural do povoado de Visgueiro, zona rural do Município de Muribeca (distante 81,5 quilômetro da capital Aracaju, Sergipe).

Dona Geralda chegou a Parintins em 2007. Desde então realizava trabalhos missionários na Diocese, especialmente no Centro Educativo Nossa Senhora das Graças, no Itaúna 2.

A missionária exercia um importante papel na Diocese, onde realizava serviços gerais para os padres e dava assistência às pastorais e movimentos.

O bispo da Diocese de Paritnins, dom Giuliano agradece a Deus por ter conhecido e acompanhado o trabalho da missionária sergipana, durante 14 anos, em Parintins. “agradeço a Deus por tido esta graça de termos um irmão pelo batismo. Agradeço a Deus pela vida, missão e testemunho dela”.

Ele também convida às demais pessoas que tiveram a alegria da companhia de Geralda Ferreira a orarem a Deus pelo descanso eterno.

Em nota de pesar, a paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Maués (AM), lamenta a morte da missionária leiga e afirma que fica na “memórias toda sua dedicação, apoio e responsabilidade na evangelização, retiros, encontros de formação diocesano no centro Dom Arcângelo Cerqua”.

O diretor da Rádio Alvorada, padre Carlos Caridade, em sua rede social expressou sua triste pelo falecimento da Geralda. “Geralda era pau para toda obra. Sempre disponível em ajudar quem quer que fosse e em qualquer tipo de trabalho. Vá em paz, meu coração está triste, mas teu exemplo e dedicação ficarão em minha memória.”, escreveu.

Área Missionária São Francisco Xavier, em Vila Amazônia (Parintins-AM), em comunicado expressou gratidão pelos anos dedicados a esta diocese. “Nosso coração se enche de gratidão por ter despertado no coração dela, o desejo de servir a Deus na missão aqui no Amazonas 14 anos atrás vindo ela lá do Sergipe!”.

JORNALISMO AO VIVO VERTICAL
você pode gostar também