Alvorada Parintins

Morre padre Alfredo Ferronato missionário que dedicou anos de sua vida à Diocese de Parintins

Morreu nesta sexta-feira, 5 de novembro, o missionário do Pime (Pontifício Instituto das Missões Exteriores), Pe. Alfredo Ferronato, na casa de repouso dos padres idosos em Rancio di Lecco, Itália.

Nas últimas semanas, a saúde de padre Alfredo vinha se agravando gradualmente até não resistir e falecer nesta sexta-feira. Padre Ferronato tinha 92 anos.

Padre Alfredo nasceu em 3 de novembro de 1929 em Rosà (Vicenza) filho de Luigi e Cecília Simonetto. Aos 14 anos ingressou no Seminário de Monza, onde iniciou a sua formação missionária.

Ele completou seus estudos de Teologia nos Estados Unidos, onde também obteve um Diploma de Mestre em Pedagogia.

No dia 6 de maio de 1955 fez a promessa definitiva de pertencer ao Instituto.

Ordenado sacerdote em 26 de maio de 1956, passou os primeiros anos de ministério nos Estados Unidos, empenhando-se tanto na pastoral como na formação e, sobretudo, na animação vocacional e missionária.

Em 1976 termina a sua obra nos Estados Unidos e inicia a no Brasil, em Parintins / Manaus, onde permanece até 2014, salvo por um período de três anos (de 83 a 86) em que regressa aos Estados Unidos por um serviço ao Instituto.

Das muitas cartas dirigidas a superiores, parentes e amigos, emerge a sua paixão pela ajuda aos pobres (pela qual se compromete envolvendo amigos e conhecidos italianos e americanos) e pela comunhão e harmonia do clero com quem trabalhou na região amazônica.

Abertos, sinceros, francos, seus escritos não deixavam de mostrar uma certa ironia sutil, como quando escrevia a uma superiora não identificada.

Mas, acima de tudo, é caracterizado pela humildade, realismo, obediência e desejo de servir a missão, como emerge de outra carta ao então Vigário Geral, Pe. Trobbiani: “… foi com grande prazer que recebi sua carta datada de 18 de fevereiro no qual propôs o destino da missão de Parintins. Estou muito feliz com a proposta e estou feliz que você me considere capaz de me adaptar ao trabalho em Parintins, apesar dos meus 46 anos … ”

O funeral de Pe. Alfredo será celebrado em Rancio di Lecco na segunda-feira, 8 de novembro. O seu corpo descansará no Cemitério do PIME de Villa Grugana.

Relacionadas
Deixe um comentário