Alvorada Parintins

Mulheres ganham espaço e representam Parintins em competição de capoeira do Amazonas

Na roda da capoeira, a arte que se desenrola ao som de música e sob movimentos de luta e dança revela os mesmos desafios que as mulheres enfrentam em outros espaços da sociedade.

O ritmo lento do berimbau dita um jogo que ainda é marcado pela desigualdade de gênero. Na roda da capoeira, a arte que se desenrola ao som de música e sob movimentos de luta e dança revela os mesmos desafios que as mulheres enfrentam em outros espaços da sociedade.

Porém, em Parintins a capoeira tem sido estimulada para o público feminina e o grupo de adeptas da prática da luta acrobática se organizou e vai representar o município no primeiro evento Feminino de Capoeira da Região Norte, em Manaus.

 

Foto: Reprodução

 

O grupo de mulheres segue viagem na próxima semana, como informa a mestra de capoeira e instrutora do Liceu de Artes, Taisse Pinheiro.

PUBLICIDADE

“Estamos indo até a capital, dia 27 de maio e vamos participar do primeiro evento feminino ComuniDandara, organizado pelo grupo Comunidade de Pesquisas da Capoeira”

Para atingir o maior número de mulheres na roda de capoeira em Parintins, o público feminino conta com aulas grátis, de acordo com Taisse Pinheiro.

“Estamos realizando algumas aulas somente para mulheres na praça Benedito Azêdo. Todos os sábados nós estamos lá e é muito grandioso vermos que as meninas também tem esse potencial de participar da capoeira”

O 1º Evento Feminino de Capoeira do Amazonas, denominado “ComuniDandara” é uma realização da Comunidade de Estudos e Pesquisas da Capoeira Amazonenses, que reúne pessoas amantes da capoeira com objetivo comum de treinar, estudar, pesquisar e desenvolver a arte capoeira.

 

Foto: Reprodução
Relacionadas
Deixe um comentário