Red.: Marcos Felipe

Neste domingo, dia 28, data do segundo turno eleitoral no país, cinco Estados da Região Norte elegeram seus governadores, quatro deles como candidatos de oposição aos atuais governos.

No Pará, o candidato eleito Helder Barbalho, do MDB representa a volta de sua família ao poder, que é bastante tradicional na política paraense. Ele venceu Márcio Miranda, do DEM com 54,43% dos votos válidos.

Em Rondônia, o coronel Marcos Rocha, do PSL foi eleito para os próximos quatro anos de governo. O candidato derrotou Expedito Junior, do PSDB com 66,34% dos votos.

No Estado de Roraima, Antônio Denarium, do PSL, empresário de 54 anos, ocupa pela primeira vez um cargo público, ao derrotar o candidato Anchieta Junior, do PSDB. O novo governador recebeu 53,34% dos votos válidos.

No Amazonas, o jornalista Wilson Lima, do PSC derrotou o veterano Amazonino Mendes, do PDT, com 58,50% dos votos, mais de 1 milhão de votos no total.

Das cinco disputas do segundo turno na região norte, apenas Waldez Góes, do PDT foi reeleito como governador, no estado do Amapá. O candidato de 56 anos, que chega ao seu quarto mandato como governador derrotou Capi 40, do PSB. A vitória foi apertada, 52,35% contra 47,65%.