Red.: Marcos Felipe

Encerra nesta quarta-feira, 24 de abril, o prazo estabelecido pelo Tribunal Regional Eleitoral para revisão biométrica no município de Parintins. Por isso, são longas as filas no prédio da 4ª Zona Eleitoral de candidatos que ainda realizaram o processo de cadastramento da digital no banco de dados do TRE.

De acordo com informações do Cartório local, a situação preocupa, pois a meta estabelecida para este período de revisão não está sendo cumprida, apesar da grande procura nos dois últimos dias.

No entanto, o chefe de cartório da 4ª Zona Eleitoral, Antônio Mariano, explica que haverá um período, após o prazo de revisão, para que os retardatários possam realizar o cadastramento biométrico.

“O prazo encerra e teremos um período em que essas informações serão processadas. O Cartório vai funcionar para o eleitor até maio de 2020. O cancelamento [do título de eleitor] não será imediato. Teremos um intervalo de tempo em que a Justiça vai se manifestar e o cancelamento será efetivado. Acreditamos que nesse intervalo de tempo atenderemos os eleitores que não vieram à revisão biométrica”, contou Mariano.

Eleitores formam fila em frente ao Cartório da 4ª Zona eleitoral nesta terça-feira (23)

Antônio Mariano comenta o fato de o eleitor deixar para última hora para fazer o processo, o que acaba ocasionando filas e demora no atendimento.

“Ficamos preocupados, pois nosso objetivo é atender com qualidade e nós não conseguimos fazer isso devido ao grande número de pessoas que deixam para a última hora. Mas compreendemos e vamos fazer de tudo para atender essas pessoas”, disse Antonio Mariano.

Segundo Antônio Mariano, o cancelamento do título acarretará na perda do direito ao voto, problemas no cadastro do CPF, não poderá tirar passaporte e universidades públicas exigem o documento de quitação eleitoral.