Alvorada Parintins

Prefeitura de Parintins endurece medidas restritivas devido à alta de casos de Covid-19

Novo decreto limita capacidade de estabelecimentos privados em 50%, e proíbe o funcionamento de meia noite às 06h da manhã.

Para conter o avanço da variante Ômicron da Covid-19 no município, a Prefeitura de Parintins adota a partir desta quarta-feira, 26 de janeiro, uma série de medidas restritivas no município. As medidas têm validade de 30 dias e estão dispostas no Decreto Municipal Nº 023/2022-PGMP assinado pelo prefeito Bi Garcia.

Conforme o decreto fica proibido o funcionamento de estabelecimentos privados com alvará de funcionamento das 00h às 06h da manhã, com capacidade máxima de 50%. Dentre os estabelecimentos com restrições estão clubes, boates, conveniências, bares, restaurantes, lanchonetes, pizzarias e similares. Venda de comidas e bebidas estão permitidas em sistema de delivery a partir das 00h, com a devida identificação dos trabalhadores. Drogarias, farmácias e postos de gasolina seguem com permissão de funcionamento 24h.

O decreto municipal também limita a capacidade de 50% de público a academias, centros de treinamento, salões de beleza, clínicas de estética, parques aquáticos, clubes recreativos e outros estabelecimentos privados que podem ocasionar aglomeração de pessoas.

A realização de eventos públicos e privados, além de festas dançantes em boates, clubes e casas de shows com comercialização de ingresso fica proibida. O descumprimento das medidas adotadas gerará multa administrativa de R$ 2 mil. Em caso de reincidência, o valor chega a R$ 20 mil.

PUBLICIDADE

Clique aqui e confira o decreto na íntegra.

Relacionadas
Deixe um comentário