Alvorada Parintins

Romeiros relatam que novenário da Festa do Carmo é uma oportunidade de agradecer pela vida

A cada novo encontro, um padre diocesano é designado para pregar o novenário de acordo com o tema e lema 2021.

A Festa em honra a Nossa Senhora do Carmo chega ao seu quarto dia nesta sexta-feira (09/07). A programação religiosa é acompanhada pelos devotos de acordo com as determinações sanitárias, com metade da capacidade de lotação na Catedral de Parintins. A cada novo encontro, um padre diocesano é designado para pregar o novenário, dentro do contexto temático “Maria, esposa de José, Mãe e auxílio dos Cristãos”, e do lema “Salve, guardião do redentor! Mostrai-vos pai também para nós”.

A devota Luziene Cansanção, que integra a equipe de confecção do andor, explica que as orações do novenário são uma oportunidade de agradecer pela vida, após momentos de tensão por conta da pandemia. “Ela me protege de todo o mal, principalmente do coronavírus. A covid-19, felizmente, não chegou em minha casa e nós conseguimos chegar até aqui sem nenhum óbito entre os parentes mais próximos. Tudo isso é motivo de agradecer”, comenta.

Além da confecção do andor oficial da festa, Luziene constrói todos os anos réplicas em miniaturas do andor. Ela explica que uma das obras foi entregue ao Museu de Nazaré, em Belém, outro ficou em Aparecida do Norte, em São Paulo. “Eu tenho a vontade de levar uma das réplicas até Portugal, na cidade de Fátima. Até agora não tive como sair por conta da pandemia, mas espero em Deus conseguir levá-lo até ano que vem”, disse.

Força dos profissionais de saúde

Durante os momentos mais difíceis da pandemia, com os números do novo coronavírus em alta, o Hospital Padre Colombo (HPC), da Diocese de Parintins, se tornou a unidade referência para os pacientes ‘não Covid-19’ e também para as grávidas com covid-19. Esse cenário desencadeou um aumento considerável no número de atendimento à população, e a explosão nas internações ainda gera consequências atualmente, apesar da diminuição dos casos relacionados a pandemia.

Encarar o desafio de atender uma demanda acima do normal, e ainda por cima acolher pacientes de outros municípios gerou um esgotamento em todos os profissionais de saúde que atuam nesta unidade hospitalar. De acordo com a assistente social do HPC, Núbia Santos, todo o esforço valeu a pena e durante esse período a figura de Nossa Senhora do Carmo foi fundamental.

“Foram momentos realmente de provação e foi pedindo as graças de Nossa Senhora do Carmo, para que ela fortalecesse a nossa fé, intercedesse junto ao seu Filho Jesus, que nós conseguimos encontrar forças para encarar o desafio. Também pedíamos e ainda continuamos rogando pelos pacientes que procuram pelos serviços do HPC. Ela se tornou nosso porto seguro, pois somente o abraço de mãe podia aquecer o coração de cada um que aqui trabalha”, ressalta.

você pode gostar também