Alvorada Parintins

Wilson Lima anuncia reforço de R$ 45 milhões para a Saúde em 2020

Wilson Lima informou que recebeu o Estado com apenas R$ 5 milhões disponíveis para investimentos na Saúde

O governador Wilson Lima afirmou que terá um reforço de R$ 45 milhões para a saúde do Estado em 2020. A declaração foi dada nesta sexta-feira (20) durante coletiva de imprensa na sede do Governo, situada na Zona Oeste de Manaus. De acordo com ele, no início de 2019, o Estado chegou a ter em caixa apenas R$ 5 milhões disponíveis para realizar investimentos na Saúde.

“Conseguimos junto ao Ministério da Saúde as habilitações de serviços que estávamos pleiteando desde agosto. O governo do Estado vai receber R$ 25 milhões a mais do que recebia do MS via SUS [Sistema Único de Saúde], o que vai ampliar e trazer melhorias na saúde do Estado”, anunciou o governador. Em 2020, o orçamento para a Saúde será de R$ 2,6 bilhões, conforme o estabelecido no projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) aprovado na íntegra no último dia 18.

Durante a coletiva de hoje, Wilson Lima destacou que prorrogou por mais seis meses o contrato com a Fundação de Apoio Institucional Rio Solimões (Unisol) para a gestão do Hospital Francisca Mendes, localizado na Zona Norte de Manaus, referência em tratamentos cardiológicos. O governador afirmou, ainda, que não faltam medicamentos na unidade hospitalar.

“Desde o dia 4 de dezembro há uma gestão compartilhada no Hospital Francisca Mendes, com intervenção da Secretaria de Estado de Saúde (Susam). Conseguimos manter uma taxa de mortalidade abaixo da média nacional. No Amazonas, a média de mortalidade é de 12% e no restante do país é de 20%”, disse.

Wilson Lima salientou que as fragilidades encontradas na saúde do Estado são resultado da instabilidade dos governos anteriores, com as mudanças de secretários na pasta da saúde. Ele disse que o Estado vai custear o tratamento de quatro pacientes no Estado de São Paulo (SP), por meio do Tratamento Fora de Domicílio (TFD). Ele anunciou, ainda, que o Governo vai fazer uma parceria a partir de 4 de janeiro com o Instituto do Coração de SP.

“Temos duas máquinas de hemodinâmicas que há 10 dias voltaram a funcionar. Estamos com insumos de procedimentos cirúrgicos como um ecocardiograma, no valor de R$ 1 milhão”, disse o governador.

Por Portal Acrítica | Izaias Godinho
JORNALISMO AO VIVO VERTICAL
você pode gostar também