Alvorada Parintins

Wilson Lima reafirma compromisso com diálogo entre os poderes em posse da nova presidência do TJAM

O governador também destacou o papel da Justiça na garantia dos direitos fundamentais e da harmonia social, reafirmando o compromisso do Governo do Estado com a união e o diálogo entre os poderes, que têm sido fundamentais durante o enfrentamento à pandemia.

O governador Wilson Lima participou, nesta sexta-feira (03/07), da sessão virtual de posse dos novos dirigentes do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) para o biênio 2020/2022. Na ocasião, o desembargador Domingos Jorge Chalub Pereira assumiu a presidência da corte, enquanto a desembargadora Carla Maria Santos dos Reis tomou posse como vice-presidente, e a desembargadora Nélia Caminha Jorge, como corregedora-geral de Justiça.

Durante a solenidade, Wilson Lima desejou sucesso ao novo presidente da corte estadual. “Eu tenho certeza desse trabalho que tem sido profícuo no TJAM, levando em consideração o histórico do desembargador Jorge Chalub, que é um homem de superação, forjado pelas adversidades da vida, e quem conhece o Chalub sabe como ele sempre teve a habilidade e a garra de superar momentos complicados. Não tenho a menor dúvida de que essa sensibilidade que ele tem, de ser um homem aguerrido e comprometido, vai colocar o Tribunal de Justiça e a nossa Justiça em boas mãos”, ressaltou.

O governador também destacou o papel da Justiça na garantia dos direitos fundamentais e da harmonia social, reafirmando o compromisso do Governo do Estado com a união e o diálogo entre os poderes, que têm sido fundamentais durante o enfrentamento à pandemia.

Wilson Lima enalteceu, ainda, o trabalho do desembargador Yedo Simões de Oliveira, que dirigiu a corte nos últimos dois anos, junto aos desembargadores Wellington José de Araújo (vice-presidente) e Lafayette Carneiro Vieira Júnior (corregedor-geral). Nesse período, o Governo do Amazonas avançou em projetos em parceria com o TJAM, como o Sistema de Gestão Prisional (Sigesp), lançado no dia 29 de junho.

“Em abril, também fez um ano do lançamento e do funcionamento do projeto de videoconferência nas unidades prisionais, o que deu uma celeridade muito grande nesses trabalhos e diminuiu custos. Quero também destacar os recursos que foram destinados (pelo TJAM) para o Estado, sobretudo para o sistema prisional, para o combate ao coronavírus, para a confecção de máscaras pelo núcleo de costura da Penitenciária Feminina de Manaus”, acrescentou o governador.

Presidente – Nascido em Manaus, o desembargador Domingos Jorge Chalub Pereira graduou-se em Direito pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Foi inspetor regional da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e, na advocacia, construiu uma trajetória reconhecida nas áreas de Processo Criminal, Civil e Eleitoral. Também atuou no Tribunal do Júri e militou nos Tribunais Superiores.

Ingressou na magistratura em 2004, pelo critério do quinto constitucional em vaga destinada à Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM). Na corte estadual, já havia exercido os cargos de vice-presidente e de presidente (2009 a 2010) e, atualmente, integra a Segunda Câmara Cível, além de coordenar a Escola de Aperfeiçoamento dos Servidores do Tribunal (Eastjam).

JORNALISMO AO VIVO VERTICAL
você pode gostar também